InícioSwaha | Eventos | Fotos | Parceiros | Contato
DICAS

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player


Os benefícios da água com limão de manhã

Começar o dia com um copo de água morna e o suco de limão é um hábito tão simples e que trará benefícios para manter uma boa saúde e prevenir doenças.  
Segundo o Ayurveda, devemos beber água em temperatura ambiente, uma vez que o processo digestivo é quente.
A água, por si só, já traz inúmeros benefícios à saúde. Tomar diariamente, em jejum, um copo de água com limão:

  • Estimula o sistema imunológico: Limões são ricos em vitamina C e potássio. A vitamina C é ótima contra gripes e o potássio estimula o funcionamento do cérebro e dos nervos, ajudando também a controlar a pressão arterial.
  • Equilíbrio do pH: Limões são um alimento alcalino. Eles são ácidos no primeiro estágio em contato com a boca, mas dentro de nossos corpos são alcalinos (o ácido cítrico não cria acidez no corpo uma vez metabolizada).
  • Digestão: A água quente serve para estimular o trato gastrointestinal e o peristaltismo – as ondas de contrações musculares dentro das paredes intestinais que mantém as coisas em movimento. Limões são também ricos em minerais e vitaminas que ajudam a liberar toxinas do trato digestivo.
  • Age como um diurético natural suave: O suco de limão ajuda a expulsar materiais indesejados porque limões aumentam a taxa de produção de urina no corpo. As toxinas são, portanto, liberadas em uma taxa mais rápida, ajudando a manter o trato urinário saudável.
  • Hidrata o sistema linfático:  Prevenindo assim a desidratação e a fadiga adrenal. A fadiga adrenal ocorre quando o corpo está desidratado, ou profundamente desidratado, e já não pode executar todas as suas funções próprias, desembocando em um acúmulo tóxico, estresse, prisão de ventre e toda uma lista de problemas.

Limpe seus rins
Os anos passam e nossos rins vão filtrando nosso sangue para remover o sal e outros intoxicantes que entram no organismo. Com o tempo, o sal se acumula e precisamos de uma limpeza.
Como fazer isso?
De um modo simples e barato:

  • pegue um maço de salsa e lave bem;
  • corte bem picadinho e ponha em uma vasilha com água limpa;
  • ferva por 10 minutos e deixe esfriar;
  • coe, ponha em uma jarra com tampa e guarde na geladeira;
  • beba um copo todos os dias.

Você vai notar a diferença: o sal e outros venenos acumulados nos rins saem na urina.
Há muitos anos a salsa é reconhecida como o melhor tratamento de limpeza dos rins. E é um remédio natural!

Sobre a salsa
A salsa é uma das ervas com propriedades terapêuticas menos reconhecidas. Ela contém mais vitamina C do que qualquer outro vegetal da nossa culinária (166mg por 100g). Isso é três vezes mais que a laranja.
A salsa contém também ferro (5.5mg /100g), manganésio (2.7mg /100g), cálcio (245mg / 100g) e potássio (1mg / 100g) .

De acordo com o Padre Kniepp, essa planta é um poderoso diurético, curando a retenção de água no organismo, sendo recomendada para pedra nos rins, reumatismo e cólica menstrual. Sua alta concentração de vitamina C ajuda na absorção de ferro. O suco de salsa, sendo uma bebida natural, pode ser tomado misturado com outros sucos, 3 vezes ao dia. As folhas podem ser mantidas no congelador, e seu uso é recomendo na culinária diária, pois além de saudáveis, dão ótimo sabor a qualquer receita.

 



Para refletir: As sementes de mostarda
"Uma viúva, chorando, foi visitar Buda. Seu único filho havia morrido. Buda sorriu e lhe disse:
       - Vá até a cidade e peça sementes de mostarda, mas deve ser em casas onde ninguém tenha perdido nenhum ente querido.
        A mulher rapidamente foi até a cidade e começou a bater nas portas. Em todas as casas lhe diziam:
        "Podemos lhe dar quantas sementes quiser, mas a condição não será cumprida, porque muitos parentes morreram nesta casa".
        Mas ela não desistia.
       "Deve haver alguma casa onde a morte não seja conhecida", pensou.
       Ao entardecer, exausta de tanto caminhar e bater nas portas, compreendeu que "a morte é parte da vida. Não é pessoal. Não é uma calamidade pessoal que só tenha acontecido comigo".
      Com esse entendimento, voltou a Buda. Ele lhe perguntou:
       - Onde estão as sementes? Ela sorriu e caiu aos seus pés. 
       - Inicie-me. Quero conhecer aquilo que nunca morre. Não peço para recuperar meu filho, porque mesmo que pudesse recuperá-lo, ele morreria novamente. Ensine-me como encontrar dentro de mim mesma isso que nunca morre".


Conte com este alívio - Aprendendo a reflexologia nos pés:
Segundo a medicina chinesa, cada sentimento mexe com um órgão vital e, se for intenso ou vivido por um período prolongado, pode até comprometer a saúde. “A raiva vai direto ao fígado, o medo atinge os rins, a preocupação, a vesícula, a tristeza, o pulmão, e a ansiedade, o coração”, ensina o especialista Armando Austregésilo.

Ao massagear seus pés nas áreas correspondentes a esses órgãos (indicadas ao lado), você também dissolve essas emoções e ganha tranqüilidade.

Veja abaixo os toques certos para aliviar ou prevenir males relacionados ao corpo e às emoções.

• Estresse – Já que ele não é uma doença, mas um conjunto de sintomas, o ideal é massagear os pés por inteiro, especialmente na área reflexa da coluna, que costuma doer muito quando estamos estressados.
• Insônia – Massageie a lateral externa dos pés, desde o calcâneo até o quinto dedo. Isso ajuda a desligar o carrossel de pensamentos que não deixa você dormir.
• Cansaço – Região central dos pés, relacionada a estômago, rins e intestino e ao bom fluxo de energia.
• Depressão – Área correspondente aos pulmões e ao intestino grosso.
• Ansiedade – Se a ansiedade for do tipo coronário, que vem acompanhada de uma dificuldade de pensar e agir, massageie a região central dos pés, relacionada ao plexo solar. Se for causada por estados depressivos ou tristeza prolongada, massageie a área dos pulmões e do intestino grosso.
• TPM – Dê atenção especial à região de rins, baço e pâncreas, ligada à satisfação e à alegria de viver.

      Sempre que sentir necessidade de relaxar, não hesite e massageie os pés. “Além da pressão dos dedos, vale pisar sobre uma bolinha de tênis ou bambu, usar massageador elétrico ou de madeira”, sugere a terapeuta corporal Diana Valer, diretora da Humaniversidade, de São Paulo. A massagem não precisa ser demorada: cinco minutos por dia são suficientes para relaxar e despertar sensações boas. Andar descalço sempre que possível é outra ótima pedida, especialmente na areia.
ATENÇÃO!
• Grávidas ou doentes crônicos devem perguntar ao médico se não há contra-indicações na prática regular da automassagem.
• Caso algum ponto dos pés apresente dor insuportável, o melhor é interromper a massagem e investigar com médicos ou terapeutas corporais a causa da dor. 

Texto: Mariana Viktor, Revista Bons Fluidos, junho/2004.


HOME

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
SCLRN 713 Bloco C Loja 18 . Asa Norte . Brasília/DF . CEP: 70760-533 61 3965-0005